quinta-feira, 7 de dezembro de 2006

Canibalismo de ontem e de hoje


Notícia publicada hoje em jornais pelo mundo afora (li no Herald Tribune), informa que a Embratur está satisfeita com o fracasso de bilheteria do filme trash americano Turistas ( o título original é mesmo em português). O filme gira em tôrno de um grupo de jovens americanos que vem beber caipirinha e divertir-se numa praia brasileira. Mas a vistosa garotada acaba sendo massacrada e esquartejada by locals que depois vendem seus órgãos.
O Brasil recebeu no ano passado 5,3 milhões de turistas que gastaram mais de 3,6 bilhões de dólares no país. Daí a preocupação da Embratur com Turistas.Um jovem antropólogo, em busca de assunto para sua monografia de fim de ano universitário, poderia estudar as analogias entre os fantasmas dos europeus seiscentistas e dos americanos do século XXI. Entre o filme Turistas e as gravuras européias sobre o canibalismo tupinambá logo após a descoberta do Brasil.
Mas o que torna a notícia escandalosa, do «balacubaco », como diria meu amigo Rodrigo Naves, é o trecho seguinte:“O Brasil tem há tempos uma reputação de violência urbana e altas taxas de crimes. Porém, segundo os funcionários do governo, a tendência é que as vítimas do crime e da violência sejam mais os próprios brasileiros do que os turistas estrangeiros”.
Com uma 'tendência' destas está tudo em ordem para o desenvolvimento do turismo: os gringos estão levando menos chumbo do que os brasileiros!

3 comentários:

jpvelloso disse...

O mais interessante, foi ver o Fantástico fazer uma matéria sobre o filme, dizer que é uma agressão aos Brasileiros e, na matéria seguinte, mostrar uma reportagem sobre turistas Ingleses sequestrados e assaltados no Rio. Será que nós não "pedimos" para que façam filmes como estes?!?!

Allan disse...

Pois é, a quadrilha que foi presa em Pernambuco traficando órgãos era comandada por um oficial da reserva do Exército de Israel. E as vítimas, todas brasileiras.

jpvelloso disse...

Tem mais uma, a Ministra Ellen Gracie, Presidente do Superior Tribunal Federal, foi assaltada nesta semana, na Linha Vermelha - Rio, saindo do Aeroporto. Amo o Brasil mas precisamos parar com essa coisa de nos acharmos injustiçados diante do mundo e não podemos esquecer que trabalhar (e realizar) nossas oportunidades faria muito bem para todos.