segunda-feira, 12 de abril de 2010

Entrevista sobre eleições no "Valor"

"Blind Leading The Blind III" , Peter Howson, 1991, Coleção Privada, Londres.

A entrevista que dei para o competente Diego Viana do « Valor », está aqui. Deixo no sítio original com a paginação do jornal.
Deu para falar de bastante coisa, mas não de tudo : a pauta da entrevista era a eleição presidencial no Brasil.

5 comentários:

Márcia W. disse...

Que bom que as Sequências voltaram!

Também tenho medo do Temer (quase irresistível tantar um jogo de palavras...) e acho o Serra um blefe mesmo. E tenho a impressão que a campanha presidencial na blogosfera vai atingir níveis de virulência inauditos.

Bruno disse...

Luiz Felipe,

essa foi uma das melhores análises da conjuntura política do Brasil que já li. Claro enquanto desenhando um cenário complexo, em que o voto nas eleições deste ano parece, não importa a opção, levar-nos à derrota: ou voltamos com os tucanos (e seus aliados cada vez mais extremados à direita) ao poder, ou não propiciamos nenhuma alternância política no Brasil pelos próximos sabe-se lá quantos anos. E tornamos o PMDB o maior partido do Brasil, sem nenhum conteúdo programático próprio.

Anônimo disse...

Vc e o jornalista combinaram? Ele lançou a bola quicando pra vc bater de bate-pronto?

Nunca vi nada tão armado...

A oposição tem que estar otimista visto que foi ela quem fez tudo para que o Brasil estja onde está. Até mesmo a vitoria de lula;

O silencio é prova de boa adm? Vc admnistrou o que na sua vida?

Serra é um blefe porque tem experiencia, mas ela é boa porque ninguem conhece?

Vc saiu do Brasil em 2001 e sempre que volta ouve a mesma coisa???

Leva mal não!

MAM

João Paulo Rodrigues disse...

Muito boa entrevista.

Claudia disse...

Felipe,

Escrevi uma crítica a tua entrevista para o Valor sobre a eleição mas meu comentário ficou tão longo, mas tão longo que eu transformei numa postagem para o meu próprio blog... Não posso alugar teu espaço assim. Ainda não publiquei mas quando eu publicar, mais tarde, esta noite, te mando um aviso e se for do teu interesse ler...

C.